quinta-feira, 25 de agosto de 2016

PROFESSORA DE GARANHUNS FOI BARRADA NA ENTRADA DA CÂMARA DE GARANHUNS E SE SENTIU CONSTRANGIDA.(Minha roupa não é indecente. Indecente é a política deste país )



Socorro e a roupa que estava usando no dia do episódio
(Aviso ao lado informa sobre a proibição)
Uma professora foi barrada na entrada da Câmara Municipal de Garanhuns na manhã da última segunda-feira, 22 de agosto. O motivo alegado pela recepcionista era que ela estaria usando um vestido com barra acima do joelho. Socorro Badega, de 53 anos, tinha ido à Casa Raimundo de Moraes para participar de um evento alusivo à Semana da Pessoa com Deficiência, mas foi informada pela recepcionista que não poderia entrar no recinto. "Uma moça chamada Alcione, que era a recepcionista, me abordou e disse que eu não poderia entrar por estar com o vestido acima do joelho, o que me deixou indignada porque, apesar de o vestido estar um pouco acima do joelho, não era um traje indecente, nem tampouco descomposto" 
"Me senti muito constrangida. Procurei meu advogado e vou entrar com um processo na Justiça. Minha roupa não é indecente. Indecente é a política deste país," 

desabafou socorro. Ela ainda revelou que uma jovem que estava com uma roupa mais curta que a sua chegou a entrar na sede do legislativo garanhuense minutos após a barrarem. Socorro Badega é professora da Rede Estadual de Ensino e atua no CREE (Centro de Reabilitação e Educação Especial Lions Clube).
A PROFESSORA ESTAVA COM UM VESTIDO NORMAL.
Pior que muita gente entra e sai na câmara com trajes inapropriado e ninguém diz nada realmente a professora está certa em procura seus direitos.
SAIBA MAIS EM.......